sábado, 22 de dezembro de 2012

Viver, sentir, morrer, lembrar





Nesse anos todos que tenho trabalhado como fisioterapeuta tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas, meus pacientes. Alguns foram somente meus pacientes, passaram rapidamente...... Outros, passaram e deixaram um pouco de si, me ensinaram muito, confiaram no meu trabalho, nas minhas mãos.......me falaram de seus problemas, de suas alegrias...e também acabaram participando da minha vida, das minhas alegrias, das minhas dificuldades e conquistas. Esses posso dizer que se tornaram meus amigos. Alguns ainda fazem parte do meu dia-a-dia, felizmente. Outros, pelas circunstâncias da vida já se foram, deixando saudades e lembranças boas.

Cada um que parte me faz pensar sobre a vida, sobre os encontros, sobre o aprendizado, a confiança e a troca de experiências. Perdê-los  é muito difícil......assim como perder alguém da família.

Mas viver, crescer, amadurecer e morrer fazem parte da nossa jornada aqui nesse Mundo. Temos que aprender a lidar com a perda, pois ela é uma parte do viver. A saudade é dura, mas as lembranças, o aprendizado e a história que ficou, são muito valiosas.

Por isso tudo cada dia me convenço mais que todos os momentos que estamos vivendo devem ser valorizados. Não podemos deixar passar um abraço, um elogio, um aperto de mão. Devemos fazer tudo de melhor hoje, porque amanhã ainda não existe e ninguém sabe o que será.



Para expressar um pouco disso, aqui vai um poema da Clarice Lispector:

" Há Momentos

Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre."




Esse post é em homenagem a algumas pessoas especiais que passaram pela minha vida e que me presentearam com uma lembrança, um elogio, um ensinamento, uma receita especial, um abraço verdadeiro, uma piada engraçada....enfim, que deixaram sua marca....e a eles deixo meu agradecimento e minha saudade.


2 comentários:

  1. Muito legal o texto Juliana, me fez lembrar de um trecho do livro "A insustentável leveza do ser"

    " Como se um ator entrasse em cena sem nunca ter ensaiado. Mas o que pode valer a vida, se o primeiro ensaio da vida já é a própria vida? "

    Milan Kundera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bonito e verdadeiro esse trecho Jefferson!!!

      Excluir